Economia chinesa cresce 6,2% no segundo trimestre

Publicidade

A China registrou o crescimento econômico mais baixo desde que o país passou a divulgar dados trimestrais de seu Produto Interno Bruto (PIB) em 1992. O Escritório Nacional de Estatísticas informou, nesta segunda-feira (15), que o PIB do país cresceu 6,2% no período de abril a junho em relação a um ano atrás.

Isso representa uma queda de 0,2 ponto percentual em relação aos três meses anteriores e também marca a primeira queda desde o quarto trimestre do ano passado.

Continua após a publicidade

Economistas dizem que os governos regionais estão cortando gastos em infraestrutura devido às dificuldades financeiras. Eles apontam que uma queda acentuada nas exportações para os Estados Unidos enfraqueceu a produção industrial e os investimentos em equipamentos e instalações. Afirmam, ainda, que o gasto dos consumidores também permanece baixo em alguns setores, o que inclui a compra de carros novos.

A China estabeleceu uma meta de crescimento de 6 a 6,5% para este ano. Os especialistas afirmam que o país provavelmente deve tomar medidas adicionais de estímulo se sua economia permanecer desacelerada.

Não há perspectiva de conclusão para a disputa comercial entre os Estados Unidos e a China.

Publicidade