Estaleiro de R$ 300 milhões é projetado em Santa Catarina

Publicidade

Folha de S.Paulo

Um projeto para construir um estaleiro de R$ 300 milhões em Santa Catarina está em desenvolvimento por Agostinho Leão, empresário responsável por criar o terminal portuário de Navegantes (SC) -hoje pertencente à Triunfo Participações. O estaleiro deverá ter capacidade para construir anualmente três embarcações de pequeno ou médio porte (com até 120 metros de comprimento, como reboques). Outras 36 poderão ser atendidas para reparo.

Continua após a publicidade

Leão, que faz parte da família que vendeu a Matte Leão para a Cola-Cola e que comanda a Empresa Brasileira de Arranjos Navais, diz que o momento de crise é oportuno para empreendimentos como estaleiros. “As grandes companhias que trabalhavam com a Petrobras perderam credibilidade. A oportunidade é agora. Em três anos, o perfil dos fornecedores [da petroleira] deverá mudar”, afirma.

O empresário pretende aportar recursos próprios no empreendimento, mas também financiar uma parte do capital. O projeto já foi apresentado ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). “Só estamos evitando investimento estrangeiro, para não ter de trabalhar com câmbio”, acrescenta.

Um terreno de 240 mil metros quadrados já foi adquirido. A intenção, entretanto, é que o empreendimento seja instalado em uma área total de 450 mil metros quadrados. “Deveremos comprar o restante assim que obtivermos licença ambiental.”

Depois que as obras forem iniciadas, em 12 meses, será possível fazer manutenção de barcos, de acordo com Leão. Para construir embarcações, no entanto, serão necessários mais seis ou oito meses.

Publicidade