Facebook começa a avisar brasileiros que tiveram dados roubados

Publicidade

G1 – O Facebook começou a enviar mensagens a usuários brasileiros informando sobre perfis da rede social que foram invadidos. Em setembro passado, hackers roubaram o acesso de cerca de 30 milhões de pessoas e tiveram acesso ao nome e detalhes de contato dos usuários. O período da invasão foi entre 14 e 27 de setembro.

De acordo com a empresa, os invasores usaram os tokens de acesso para obter certas informações de contas. Desde então, esses tokens de acesso foram invalidados, o que impediria qualquer acesso posterior às informações de contas.

Continua após a publicidade

Para checar se sua conta foi afetada acesse a Central de Ajuda do Facebook (disponível somente em inglês).

Histórico do caso

Facebook começa a alertar usuários brasileiros sobre roubo de dados — Foto: Facebook/Reprodução

A empresa informou no dia 28 de setembro que os hackers haviam roubado códigos de acesso digital, permitindo o acesso a quase 50 milhões de contas de usuários, mas não confirmou, na época, se as informações haviam sido realmente roubadas.

Veja a mensagem enviada pelo Facebook aos usuários:

“Temos mais informações sobre o incidente de segurança que descobrimos em 25 de setembro de 2018. Algumas das suas informações foram acessadas por um terceiro não autorizado, incluindo o seu nome, endereço de email, número de telefone e outras informações como sua data de nascimento e localizações recentes onde você fez check-in ou foi marcado. Agimos rapidamente para proteger o site e a sua conta, e estamos trabalhando em estreita colaboração com as autoridades para lidar com o incidente. Saiba mais sobre como a sua conta foi afetada e o que você pode fazer na Central de Ajuda.”

Detalhes sobre a invasão

Ao ir para a Central de Ajuda, o usuário recebe um esclarecimento mais profundo sobre os dados que foram acessados pelos hackers.

Veja as informações que foram acessados:

  • Nome
  • Endereço de email principal
  • Número de telefone mais recente adicionado
  • Nome de usuário
  • Data de nascimento
  • Gênero
  • Tipos de dispositivos usados para acessar o Facebook
  • O idioma escolhido para usar no Facebook.

Se adicionou as seguintes informações específicas à conta do Facebook, elas também foram acessadas:

  • Status de relacionamento
  • Religião
  • Cidade natal
  • Cidade atual
  • Trabalho
  • Educação
  • Site
  • As dez localizações mais recentes nos quais você fez check-in ou foi marcado. Essas localizações são determinadas pelos locais mencionados nas publicações, como pontos de referência ou restaurantes, e não pelos dados de localização de um dispositivo
  • As 15 pesquisas mais recentes inseridas na barra de pesquisa do Facebook
  • Páginas ou pessoas que você segue no Facebook
Publicidade