Governador autoriza promoções de delegados de Polícia Civil em Santa Catarina

Publicidade

O Governo do Estado autorizou, na noite desta segunda-feira, 10, a promoção dos delegados de Polícia referente ao processo de 2014.  O ato foi deferido pelo Governador Raimundo Colombo atendendo ao pleito do secretário de Estado da Segurança Pública, Cesar Grubba; e delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz.

O processo de promoções dos delegados de Polícia terá continuidade com a autorização do governador, tendo como a próxima medida a publicação no Diário Oficial dos locais que abrirão as vagas e, posteriormente, até o final deste mês, a convocação dos delegados para a escolha de vagas no processo promocional em andamento.

Continua após a publicidade

Esse processo começou no ano passado com as outras carreiras: escrivães e agentes. Os aentes tiveram seus processos rematados e publicados em janeiro de 2015, com 898 promoções. Estas promoções possibilitaram a abertura de um novo processo que está em andamento e tem previsão de término até o final deste ano.

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, salientou que garantir a paz e proteger as pessoas é a essência do dever e missão das organizações de Segurança Pública, por isso, o ato de promoção é um processo de valorização do Policial Civil de Santa Catarina. “Estes atos valorizam os policiais, dão dinamismo interno e promovem talentos, o que fortalece a nossa Segurança Pública e a nossa Polícia Civil. Os policiais realizam um trabalho de muito risco, e essa dedicação e profissionalismo precisam ser reconhecidos”, disse.

Já o delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz, destacou que de 2011 até 2014, o número de promoções na Polícia Civil demonstra a preocupação do Governo em valorizar o policial civil.

A assinatura do ato foi feita no gabinete do secretário com a presença do secretário adjunto,  delegado de polícia Aldo Pinheiro D’Ávila;  delegado-geral, Artur Nitz;  delegado-geral adjunto, Marcos Ghizzoni, e o assistentes do secretário,  delegado de Polícia Márcio Fortkamp.

Publicidade