Governador diz que vila de segurança em Biguaçu será modelo no Estado

Publicidade

A ‘Vila da Segurança’ em Biguaçu, a ser construída pelo Governo do Estado com investimento total de R$ 24 milhões, servirá de modelo para Santa Catarina, segundo manifestação feita nesta segunda-feira de manhã, pelo governador Raimundo Colombo (PSD). Na avaliação dele, integração de forças e a otimização dos recursos beneficia diretamente o cidadão.

“O trabalho em conjunto dá mais resultado, é mais eficiente, facilita a vida do cidadão. Além disso, otimiza recursos, o que é fundamental na gestão pública. Modelos como o da Vila da Segurança, que será implantada em breve em ‪‎Biguaçu, são um exemplo dessa integração, que atende melhor o cidadão”, comentou, por meio de sua página oficial no Facebook.

Continua após a publicidade

A estrutura terá quartéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, Delegacia de Polícia Civil, Instituto Geral de Perícia (IGP), Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e uma unidade prisional com capacidade para abrigar 412 reeducandos. O terreno de 96 mil metros quadrados onde será edificado a Vila da Segurança já foi repassado pelo município para o Estado. Os recursos para a obra são oriundos do programa “Pacto Por Santa Catarina”.

O presídio ficará envolto às forças policiais e as vagas serão geridas pela administração do sistema prisional de Santa Catarina. O atual presídio do município, que fica no centro da cidade e será desativado, tem cerca de 130 presos. No entanto, conforme o secretário adjunto de Justiça e Cidadania, Leandro Soares Lima, aproximadamente 300 apenados que cometeram crimes em Biguaçu estão detidos em penitenciárias da região e poderão ser realocados na nova penitenciária.

Na avaliação do prefeito de Biguaçu, Ramon Wollinger (PSD), o projeto da integração das polícias em um único local vai melhorar a segurança pública do município. “É um projeto inovador, diferente, e tenho certeza que será copiado por outros municípios, pois concentra as forças armadas em volta do presídio, o que dá mais dinâmica ao trabalho da polícia.”

Publicidade