Havan de Biguaçu será construída em quatro meses após prefeitura emitir o alvará

Publicidade

O diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, informou, nesta sexta-feira (6), durante ato de lançamento da loja em Biguaçu, que o empreendimento ficará pronto em um período de até quatro meses, após a prefeitura emitir a autorização para construção. “Se o município conceder logo o alvará, até o mês de agosto a Havan de Biguaçu deve ficar pronta”, comentou.

Hang disse, ao Biguá News, que a Grande Florianópolis receberá mais seis grandes lojas do grupo até 2022 e a escolha de Biguaçu para sediar uma delas ocorreu devido ao crescimento da cidade nos últimos anos, localização estratégica e por iniciativa da administração municipal em atrair novos empreendimentos.

Continua após a publicidade

“Biguaçu é uma cidade que cresce muito, tem ao seu redor várias outras cidades e isso nos interessa, pois ela pode polarizar e trazer muitos clientes para nós. Estamos às margens da BR-101 e próximo das praias, o que também nos trará turistas como clientes. O prefeito também tem participação importante nessa decisão de a Havan vir para cá, pois ele procurou muitas vezes o nosso diretor de expansão para colocar uma loja aqui. Nós já vínhamos ‘namorando’ com esta cidade há algum tempo e pela insistência do Ramon nós acabamos ‘casando’ com Biguaçu” disse.

O prefeito afirmou ao empresário que o alvará será concedido em breve. O gestor municipal disse, à reportagem, que a Prefeitura foi atrás da Havan. “É um trabalho que eu venho fazendo há muito tempo. Mas o mais importante será a geração de empregos, aquecimento da economia, fortalecimento do comércio de uma forma geral e fazer com que a economia local seja dinâmica, com uma cidade autossustentável”, salientou Ramon Wollinger (PSD).

O investimento na loja será de R$ 25 milhões. A unidade terá 7 mil metros quadrados de área construída – ao lado da Inplac -, irá gerar 150 empregos diretos na região e pretende ser um centro de turismo, compras, lazer e serviços, com ampla área de alimentação, além de um completo mix de produtos (mais de 100 mil itens nacionais e importados).

A rede tem mais de 100 lojas em todo o país, com 12 mil funcionários. Em Santa Catarina,  tem em operação 32 lojas, localizadas em todas as regiões do Estado. O plano de expansão nos próximos cinco anos prevê 200 lojas no Brasil. “Vamos fazer nesse período o que levamos 31 anos para fazer. Com isso, a Havan deve chegar a 2022 com 25 mil colaboradores diretos e 100 mil indiretos, privilegiando novos estados e novas cidades”, diz Luciano Hang.

Leia também: 

Biguaçu elabora projeto fiscal para atrair mais empresas

ISS é reduzido a 2% para 116 atividades em Biguaçu

Publicidade