Helicóptero Arcanjo 3 volta a atuar em SC seis meses após acidente

Publicidade
Arcanjo 3 foi entregue definitivamente aos bombeiros do Vale e Litoral Norte (Foto: James Tavares/Divulgação)
Arcanjo 3 foi entregue definitivamente aos bombeiros do Vale e Litoral Norte (Foto: James Tavares/Divulgação)

G1 – O helicóptero Arcanjo 3, depois quase sete meses de um acidente em uma escola de aviação no Paraná, foi entregue definitivamente na quarta-feira (9) pelo governador Raimundo Colombo em Florianópolis. A aeronave chegou a ser substituída por um helicóptero provisório em setembro para atender as regiões do Vale do Itajaí e Litoral Norte.

A entrega ocorreu durante o Seminário Nacional de Bombeiros (Senabom), evento de prevenção e combate a incêndio. “A próxima região a receber uma aeronave será o Sul. Todas as regiões de Santa Catarina terão um helicóptero para proteção das pessoas”, declarou Colombo.

Continua após a publicidade

Segundo o governo do estado, o Arcanjo 3 é um modelo Esquilo, com autonomia de três horas e meia de voo. A aeronave tem capacidade para seis pessoas, cinco delas tripulantes, piloto, copiloto e tripulante dos bombeiros, médico e enfermeiro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o paciente.

O Arcanjo tem equipamentos para combater incêndio e para atendimento aeromédico, como oxigênio e maca.

Acidente no Paraná

A aeronave caiu na região metropolitana de Curitiba em abril. O acidente foi registrado em vídeo (veja acima). Nas imagens de um circuito interno, é possível ver que o helicóptero se inclina ao tentar levantar voo. As hélices tocam o solo e ocorre o impacto. O piloto e o copiloto sofreram escoriações.

O aparelho era novo e no dia 17 de março havia substituído o helicóptero alugado que operava anteriormente em Blumenau. O equipamento foi comprado por R$ 11 milhões em processo licitatório.

Um laudo técnico sobre as causas do acidente deve ser emitido em até dois anos, informaram os bombeiros. O trabalho é conduzido pela Aeronáutica.

Publicidade