Javalis que causam prejuízos a agricultores em Santa Catarina estão sendo abatidos

Publicidade

javali-600x405Naiara Araújo

Os produtores rurais da região serrana de Santa Catarina estão em alerta por causa dos ataques de javali. Os animais estão causando grandes prejuízos nas lavouras desde a safra passada. De acordo com a Polícia Militar Ambiental do Estado, todos os dias são registrados novos ataques na região.

Continua após a publicidade

Segundo informações da Prefeitura de Campo Belo do Sul, os produtores rurais daquele município  perderam três mil toneladas de soja, milho e feijão na safra 2014/2015, enquanto na temporada 2015/2016 foram registradas perdas de 1.231 toneladas de milho. Somando os prejuízos das últimas duas safras, os estragos causados pelos javalis ultrapassam 30% da produção total.

Os municípios mais afetados pelo ataque dos javalis pediram autorização para abater os animais. Até o fechamento desta reportagem, Lages teve 42 autorizações concedidas, em Campo Belo do Sul foram 26, Capão Alto teve 23 autorizações, São Joaquim solicitou nove autorizações e o município Painel registrou quatro pedidos.

Abate

Entre janeiro de 2011 e dezembro de 2015, a Polícia Ambiental registrou o abate de 3.396 javalis, mas acredita que o número seja maior por conta dos abates clandestinos. O órgão, junto com sindicatos e associações, está realizando reuniões para informar os produtores sobre como realizar o abate seguro.

O Ibama também pode autorizar o controle de javalis por meio de arma e armadilhas. Confira as informações para conseguir a autorização no link procedimentos para o manejo do javali.

Os produtores que desejam entrar em contato com a Polícia Ambiental devem apresentar os documentos abaixo e aguardar por cinco dias para obter a autorização de abate.

Documentos necessários para obter autorização de abate do javali expedida pela Policia Militar Ambiental:

– Cópia de RG e CPF do produtor e comprovante de endereço.

– Cópia do CR (Clube de tiro).

– Cópia do Registro Federal da arma de fogo que o produtor pretende utilizar para caçar o animal.

– Certidão do Registro de Imóveis atualizada contendo a matrícula do imóvel pretendido para o abate do Javali.

Publicidade