Jovem que morreu em incêndio no Flamengo é sepultado em Biguaçu

Publicidade
Vitinho foi enterrado no cemitério do bairro Fundos (Foto: Alisson Francisco/NSC TV )

O atacante Vitor Isaías, o Vitinho, de 15 anos, foi sepultado na tarde deste domingo (10), no Cemitério Municipal São João Evangelista, no bairro Fundos, em Biguaçu. Ele morreu no incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo , o “Ninho do Urubu”, na madrugada de sexta-feira (8). Outros nove jovens morreram e três ficaram feridos.

O enterro iniciou às 14h20 e foi marcado pela comoção de amigos e familiares, que seguram a bandeira do Flamengo durante a despedida. Foram feitas duas orações à vítima, uma católica e outra budista.

Continua após a publicidade

Vitinho era atacante e estava há seis meses como jogador de base do Flamengo, após sair do Athletico Paranaense. Ele era natural de São José – residiu no bairro Zanelato e depois no Ipiranga – e tinha iniciado a carreira no futsal do Figueirense.

O velório começou às 8h30 deste domingo, no ginásio Carlos Alberto Campos, em Florianópolis. O local fica ao lado da sede do Figueirense, onde ele marcou os primeiros gols buscando o sonho de ser um profissional.

Velório de Vitor Isaías (Foto: Ricardo Von Dorff/NSC TV)

Ainda na sexta-feira, a prefeitura de São José, onde o menino foi criado e estudou, lamentou a perda, assim como o Floripa Futsal, que se solidarizou com os familiares do jogador nas redes sociais.

O empresário de Vitor, Sávio, ex- jogador e ídolo do Flamengo, manifestou por meio de uma nota profundo pesar com a tragédia. A empresa dele, que gerencia a carreira de jovens atletas, afirmou que está prestando todo o suporte necessário aos familiares.

O outro catarinense que morreu na tragédia é o goleiro Bernardo Pisetta, de 14 anos. Ele foi enterrado às 12h30 deste domingo no Cemitério Municipal de Indaial, no Vale do Itajaí.

Publicidade