Ministério das Cidades autoriza começar obras da 2ª etapa da macrodrenagem

Publicidade

O Ministério das Cidades concedeu a autorização para o início das obras da  segunda etapa da macrodrenagem em Biguaçu, com investimento de R$ 5,9 milhões do Governo Federal,  contemplando mais galerias pluviais nos bairros Bom Viver, Jardim São Miguel e Vendaval. O documento foi assinado na noite de terça-feira (3), pelo secretário-executivo da pasta, Silvani Alves Pereira.

O projeto estava aprovado e os recursos foram liberados em 2017, após visitas do prefeito Ramon Wollinger (PSD) e do vice-prefeito Vilson Norberto Alves (PP) ao Ministério. Depois disso, houve reuniões com a Caixa Econômica Federal, que é o agente financeiro que irá repassar os recursos para as obras. “Dotações orçamentárias aprovadas na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018 suportarão os repasses necessários para os projetos em execução”, explicou o secretário-executivo, em seu despacho.

Continua após a publicidade

O ex-prefeito José Castelo Deschamps (PP), que foi quem idealizou o sistema de galerias para o município e executou – como gestor municipal – a primeira etapa, disse, ao Biguá News, que está “muito satisfeito, graças ao empenho do prefeito Ramon e vice-prefeito Vilson, por darem continuidade no processo”.

Na primeira etapa da obra foram investidos R$ 35 milhões do Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A obra começou em 2012, após aprovação do projeto elaborado na primeira gestão de Castelo e várias viagens dele à capital federal para conseguir a liberação dos recursos.

Composta de várias galerias para escoamento das águas das chuvas, a macrodrenagem já livrou os bairros Vendaval, Boa Vista, Universitário, Centro, Praia João Rosa, Rio Caveiras, Fundos, Jardim Janaina, Bom Viver e Marcos Antônio das constantes inundações anuais, bem como das cheias históricas.

Leia também:

Ministério das Cidades libera R$ 5,9 milhões para 2ª etapa da macrodrenagem

Vereadores apontam que falta de manutenção na macrodrenagem contribuiu com alagamento 

No último sábado, uma forte chuva alagou várias ruas da cidade. Vereadores e moradores apontaram a necessidade de a prefeitura efetuar constante manutenção nos bueiros e galerias, para evitar o bloqueio das vias de escoamento de água.

Clique na imagem para ampliá-la.

Documento que autoriza o começo das obras

 

Publicidade