Moradores de Antônio Carlos e Biguaçu devem tomar vacina contra febre-amarela em dezembro

Publicidade

Pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos e que residem nas áreas urbana ou rural dos municípios de Antônio Carlos e Biguaçu devem procurar os postos de saúde, neste mês de dezembro, para tomar a vacina contra a febre-amarela. Já para os moradores de Governador Celso Ramos, o calendário prevê vacinação em janeiro de 2019.

Segundo comunicado da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC), a medida é preventiva e foi recomendada pelo Ministério da Saúde. As pessoas com mais de 60 anos também devem ser imunizadas, desde que sejam avaliadas pelo serviço de saúde para identificar se possuem alguma contraindicação.

Continua após a publicidade

O objetivo, conforme a DIVE-SC, é antecipar a proteção contra a doença para toda a população em caso de aumento da área de circulação do vírus. Antes, 162 municípios catarinenses já integravam a Área de Recomendação de Vacinação (ACRV) contra a doença.

Leia tambémSe as eleições fossem hoje, em quem você votaria para prefeito de Biguaçu?

A ampliação da vacinação para todos os municípios do Estado está sendo realizada de forma gradativa, em seis etapas, e previsão de término em fevereiro de 2019. A ampliação foi dividida por áreas geográficas e leva em consideração o corredor ecológico de circulação viral e a população conforme IBGE.

Nos municípios catarinenses em que a ação de ampliação estiver ocorrendo, a vacina contra a febre amarela será oferecida nas unidades de saúde. Nos demais municípios, a vacinação vai continuar ocorrendo nas unidades de referência, para evitar a perda de doses – após abertura do frasco, a utilização da vacina deve ocorrer em até, no máximo, seis horas. A previsão é que 3,3 milhões de pessoas sejam vacinadas em Santa Catarina contra a febre amarela.

Em todo o estado, segundo o último boletim da Dive-SC, no período de 1 janeiro a 21 de setembro de 2018, foram notificados 53 casos suspeitos de febre amarela. Desses, apenas um foi confirmado após exames laboratoriais e 52 foram descartados. O caso confirmado de febre amarela é de um residente do município de Gaspar, com histórico de viagem para o município de Mairiporã (SP), o que caracteriza como sendo um caso “importado”. A única forma de evitar a febre amarela é através da vacinação.

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO

Dezembro/2018 (Angelina, Antônio Carlos, Balneário Camboriú, Biguaçu, Bombinhas, Camboriú, Canelinha, Itajaí, Itapema, Leoberto Leal, Major Gercino, Navegantes, Nova Trento, Porto Belo, São João Batista, Tijucas)

Janeiro/2019 (Águas Mornas, Alfredo Wagner, Anitápolis, Florianópolis, Governador Celso Ramos, Palhoça, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São José, São Pedro de Alcântara)

Publicidade