Biguaçu tem mais de oito mil títulos de eleitores cancelados em 2015

Publicidade

Biguaçu teve 8,426 títulos de eleitores cancelados no ano de 2015, pois os proprietários desses documentos não compareceram ao Cartório Eleitoral para fazer o cadastramento biométrico – que era obrigatório e terminou no último dia 29 de novembro. Dos 48.494 eleitores da cidade, 40.080 fizeram o recadastramento, o que representa 82,63% do eleitorado municipal.

Os eleitores que tiveram seus títulos cancelados sofrerão sanções, como não poder inscrever-se em concursos públicos ou tirar passaporte e, até mesmo, ter o CPF suspenso, visto que a Receita Federal promove troca de informações de forma periódica com a Justiça Eleitoral.

Continua após a publicidade

Com essa extinção de títulos, Biguaçu terá, neste ano de eleição para prefeito, menos votantes que no pleito de 2012. Naquele ano, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Santa Catarina, havia 41,8 mil eleitores aptos a votarem, dos quais 36,9 mil compareceram às urnas. A abstenção fora de 11,67% naquela ocasião.

Caso o percentual de pessoas que não foram votar em seus candidatos na última eleição para prefeito se repita em 2016, no próximo dia 2 de outubro, cerca de 35,5 mil eleitores devem comparecer às urnas das 112 sessões eleitorais para escolha do futuro prefeito e vereadores de Biguaçu – quase 1,5 mil votantes a menos que em 2012.

Cartório Eleitoral está na rua Hermógenes Prazeres, no centro (Foto: pedro Costa/Secom)
Cartório Eleitoral de Biguaçu (Foto: Pedro Costa/Secom)
Publicidade