‘Operação Papai Noel’ visa coibir crimes no horário diferenciado do comércio em Florianópolis

Publicidade

op.papai.noelO 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) está em curso com a “Operação Papai Noel”, que busca atender a demanda expressiva de pessoas no Centro de Florianópolis por conta do horário diferenciado do comércio.

O objetivo, segundo a assessoria da PM, é coibir a prática de crimes na região central, visto que muitas pessoas aproveitam o horário noturno para efetuarem suas compras de fim de ano.

Continua após a publicidade

Além disso, durante todo o mês de dezembro, todas as quintas, sextas-feiras e sábados, nos bairros Lagoa da Conceição, Costeira, Maciço do Morro da Cruz e Morro do Quilombo vêm ocorrendo a “Operação Saturação”, que visa coibir a desordem oriunda de som alto, uso de drogas, dentre outros atos incivilizados.

O 4º BPM também atendeu as demandas dos concursos públicos e dos vestibulares da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), bem como garantiu a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para as pessoas privadas de liberdade.

Ainda assim, o 4º BPM não deixou de atender os jogos da Liga Florianopolitana de Futebol Amador (LIFF), competições esportivas – corridas, voltas ciclísticas – manifestações como o Movimento Passe Livre, Movimento Brasil Livre, caminhadas da Central Única dos Trabalhadores (CUT), inclusive passeata contra o racismo e a violência policial, além das inúmeras contenções feitas na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Para que toda a programação possa sempre contar com a presença policial, os atuais comandantes do 4º BPM, tenente-coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior e major Gelásio Pires, vêm empregando constantemente o efetivo administrativo das suas unidades na atuação operacional. Cerca de 300 homens e mulheres compõem a força policial do 4º BPM, atuando nas diversas modalidades de policiamento.

As informações são da soldado Vanessa Bueno.

Publicidade