Padre da cidade de Mariana cede igreja católica para culto evangélico

Publicidade

Os acontecimentos recentes com a tragédia ocorrida em Mariana (MG), com o rompimento das barragens da mineradora Samarco, deixou muitas vítimas e um rastro de destruição e tristeza para os moradores. Diante da tragédia, muitos moradores perderam tudo o que tinham e precisaram se alocar e iniciar uma nova vida.

De acordo com o bispo Josep Rossello, a Primeira Igreja Batista foi atingida pela lama do desastre e o templo da igreja foi totalmente destruído com a tragédia. Porém, um ato inusitado por parte de um padre de Mariana fez, em meio ao caos, pessoas acreditarem que é possível vivermos em um mundo onde o amor e a solidariedade possam falar mais alto do que a divisão da religião.

Continua após a publicidade
Evangélicos oram na igreja católica em Mariana
Evangélicos oram na igreja católica em Mariana (Foto: Portal Padom)

O padre da Igreja Católica disponibilizou uma paróquia para que os irmãos da Primeira Igreja Batista de Mariana possam cultuar a Deus. De acordo com o padre, nesse momento de tristeza e dor, “a missão como cristãos e filhos do mesmo Deus, é acolhermos uns aos outros como Cristo fez”.

O gesto fez que católicos e evangélicos se unissem no momento de solidariedade e os cultos têm sido motivo de alegria entre ambos os grupos, e até mesmo o padre tem participado dos cultos da Igreja Batista.

“Tem sido uma bênção”, relata um fiel da Batista. “Temos sentido verdadeiramente o amor de Deus nos unir nesses últimos dias”, contou, ao Portal Padom, especializado em notícia religiosa.

Publicidade