Palmeiras elimina Fluminense nos pênaltis e vai à final

Publicidade

William Correia / Gazeta Esportiva

A torcida recepcionou o Palmeiras usando um mosaico com os dizeres “Raça, Verdão”. E foi plenamente atendido, mas fazendo mais de 38 mil pagantes sofrerem nesta quarta-feira, no Palestra Itália. O time venceu o Fluminense por 2 a 1, mesmo placar da derrota na ida no Maracanã, e avançou nos pênaltis para a decisão da Copa do Brasil.

Continua após a publicidade

Mais uma vez, como em outra semifinal, a do Campeonato Paulista diante do Corinthians, Fernando Prass foi herói, defendendo a cobrança de Gustavo Scarpa. Gum ainda isolou, enquanto Rafael Marques, Jackson, Cristaldo e Allione converteram para fazer o Verdão vencer por 4 a 1 nas penalidades.

O Palmeiras foi mais intenso na busca ao ataque e marcou rapidamente dois gols, ambos com Barrios, mas com participação de Robinho. Aos 13 minutos do primeiro tempo, o meio-campista, recuperado de lesão muscular, cruzou para o argentino naturalizado paraguaio abrir o placar. Aos 15, Robinho lançou para Gabriel Jesus ser derrubado por Wellington Silva. Pênalti, que Zé Roberto perdeu, só que Barrios aproveitou o rebote.

Barrios completou cinco gols contra o Fluminense em seu primeiro semestre no futebol brasileiro, mas outro carrasco deu as caras. Mesmo sem estar em plenas condições físicas, Fred apareceu para aproveitar cruzamento de Gerson e, completamente livre, cabecear nas redes, aos 25 minutos do segundo tempo.

As finais diante do Santos serão nos dias 25 de novembro e 2 de dezembro, em mandos a serem definidos em sorteio nesta quinta-feira. No domingo, pelo Campeonato Brasileiro, os dois times realizam clássico na Vila Belmiro, às 17 horas (de Brasília). O Fluminense, na liga nacional, encara o Vasco, também no domingo.

Fernando Prass foi o herói da classificação alviverde às finais da Copa do Brasil (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Fernando Prass foi o herói da classificação alviverde às finais da Copa do Brasil (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Publicidade