Papa nomeia catarinense para o cargo de arcebispo de Aparecida

Publicidade

O Papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira (16), o arcebispo Orlando Brandes, de 70 anos, para o cargo de arcebispo de Aparecida, em São Paulo. Ele nasceu em Urubici – na Serra Catarinense – e foi bispo de Joinville, no Litoral Norte.

Brandes, que atualmente era arcebispo de Londrina (PR), cuidará de um dos santuários marianos mais frequentados do mundo. A Catedral Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, também conhecida como Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, é o maior templo católico do Brasil e o segundo maior do mundo, menor apenas que a Basílica de São Pedro, no Vaticano.

Continua após a publicidade
Arcebispo Orlando Brandes
Arcebispo Orlando Brandes

Ordenado padre em 1974, estudou Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, onde também se especializou em Teologia Moral, na Academia Alfonsiana.

Em 1994 foi nomeado bispo de Joinville, por João João Paulo II. Já em 2006, Orlando foi transferido para Londrina, pelo Papa Bento XVI, e tornou-se seu quarto arcebispo.

Orlando foi nomeado após o Papa Francisco aceitar a renúncia do cardeal brasileiro Raymundo Damasceno, por motivo de idade, conforme o Direito Canônico: “Roga-se ao bispo diocesano, que tiver completado 75 de idade, que apresente a renúncia do ofício ao Sumo Pontífice, o qual providenciará depois de examinadas todas as circunstâncias”, diz o Direito Canônico.

No próximo dia 15 de fevereiro de 2017, Dom Damasceno completa 80 anos.

Publicidade