Polícia Civil prende ‘bicheiros’ na Grande Florianópolis e apreende 55 veículos

Publicidade
bicho_papao_7
Operação também apreendeu dinheiro do jogo do bicho (Foto: Polícia Civil)

Uma mega operação denominada “Bicho Papão”, foi realizada, nesta quinta-feira, pela Polícia Civil, coordenada pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), visando desarticular uma organização criminosa responsável pela exploração do jogo do bicho e lavagem de dinheiro na região da Grande Florianópolis.

No total da operação serão cumpridos 18 mandados de busca e apreensão, seis prisões temporárias e quatro conduções coercitivas. Destas medidas cautelares, serão cumpridos, em Florianópolis, quatro mandados de busca e apreensão, duas prisões temporárias e uma condução coercitiva. No Paraná, local em que está instalado o comando da organização, serão cumpridos 14 mandados de busca e apreensão, quatro prisões temporárias e três conduções coercitivas distribuídas nas cidades de Guarapuava, Guamiranga, Prudentópolis e Paranaguá.

Continua após a publicidade

Segundo o Delegado de Polícia Civil Rodrigo Raiser Schneider, do Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro (LAB/LD) da DEIC, responsável pela investigação, também foram bloqueadas as contas bancárias de 25 pessoas físicas e jurídicas envolvidas na lavagem de dinheiro e determinado o sequestro de 55 veículos em nome dos investigados ou de pessoas jurídicas de fachada.

A investigação iniciou em 2013 com o fechamento de uma casa de apostas do jogo do bicho no bairro Santa Mônica, na capital catarinense, e foi realizada pelos policiais do LAB/LD da DEIC.

Publicidade