Policiais cumprem 40 mandados de busca e apreensão no Monte Cristo

Publicidade

Cerca de 200 policiais, entre civis e militares, estão cumprindo 40 mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira de manhã, no bairro Monte Cristo, nas comunidades Chico Mendes e Novo Horizonte, na região continental de Florianópolis. Conforme a assessoria, a “Operação Ordem e Progresso” ocorre em função dos constantes conflitos nessa área.

A operação visa, além da apreensão deste material, identificar residências e pessoas investigadas, e mapear o local em virtude de mudanças urbanas realizadas pelos próprios criminosos. Entre estas mudanças, podem ser citadas a retirada de lajotas para fazer barricadas, que além de tentar impedir o acesso dos policiais, atinge outros órgãos públicos, e, principalmente, a própria população. Também, as mudanças em espaços físicos – aglutinando-os ou separando-os, fazendo várias quitinetes – para esconder entorpecente e para trocar os pontos de tráfico.

Continua após a publicidade

A operação está sendo coordenada pelo Delegado João Fleury, da Divisão de Combate ao Narcotráfico (DENARC) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC); e pelo Tenente Coronel PM Marcos Barreto Valença, comandante do 22° Batalhão da Polícia Militar, em Florianópolis.

A primeira fase da Operação Ordem e Progresso, realizada em 30 de maio deste ano, resultou em 11 pessoas detidas, a apreensão de três armas de fogo (dois revólveres calibre.38 e uma pistola calibre .765), cerca de 70 munições, 1,5Kg de maconha, 200 gramas de cocaína, 150 pedras de crack. Os policiais também recuperaram um colete balístico da Polícia Civil do Paraná, dois binóculos, dois rádios comunicadores e dois celulares.

A ação das polícias, após esta primeira intervenção, possibilitou a reestruturação das ruas, de forma que os órgãos públicos pudessem chegar até os locais para atender as demandas da sociedade.

Por parte da Polícia Civil participam todas as Divisões da DEIC, a Central de Investigações do Norte da Ilha (CINI), a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, a Delegacia de Tijucas, a Delegacia de Porto Belo, o Serviço Aeropolicia (SAER), Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), 1.ª Delegacia de São José e 3.ª Delegacia da Capital.

Por parte da Polícia Militar participam o 22° BPM de Florianópolis, Canil, Choque e Batalhão de Aviação

Foto: Guto Kuerten / Agência RBS

Diário Catarinense

Publicidade