Ponte recebe segunda treliça para estrutura de sustentação que permitirá trabalho de restauração

Publicidade

*Alexandre Lenzi

Começou a ser erguida nesta terça-feira, a segunda das cinco treliças que vão garantir a estrutura necessária para a sustentação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, durante o trabalho de restauração. As treliças farão a ligação entre as quatro torres construídas.

Continua após a publicidade

Todo o complexo formará a chamada “ponte segura”, que sustentará a Hercílio Luz para que peças sejam trocadas e o trabalho de restauro seja realizado com segurança. A construção da ponte segura está sendo realizada pela empresa Empa, que faz parte do grupo português Teixeira Duarte.

O presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Wanderley Agostini, e o engenheiro fiscal da obra de reabilitação e recuperação da ponte, Wenceslau Diotallevy, visitaram o local nesta terça.

Agostini destacou o bom andamento dos trabalhos. “Hoje está sendo içada a segunda treliça, um momento importante da obra e uma parte muito complexa. O tempo colaborou para o início dos trabalhos já pela manhã. As equipes continuam trabalhando nesta quarta, com a solda da treliça. Temos certeza de que o cronograma será cumprido, a exemplo da outra etapa realizada pela empresa Empa”, explicou. O presidente do Deinfra lembrou, ainda, que a terceira treliça está na etapa final de montagem no canteiro de obras e, em breve, também poderá ser içada.

A obra

Em abril de 2015, tendo em vista a situação emergencial para a conclusão da etapa da ponte segura, o Estado contratou a empresa Empa, do grupo português Teixeira Duarte. A empresa concluiu a montagem do estrado, na última torre de apoio do vão central da ponte, no dia 4 de outubro, cumprindo o prazo contratual que foi de 180 dias.

No dia 6 de outubro, o Governo do Estado liberou a ordem de serviço para a conclusão das treliças da estrutura inferior que farão a ligação entre os apoios e as torres principais da Ponte Hercílio Luz, etapa que está sendo executada atualmente. O investimento é de R$ 11,4 milhões, e o prazo previsto também é de 180 dias (até abril deste ano).

Já se preparando para a próxima etapa das obras, em dezembro de 2015, o Governo do Estado apresentou a proposta de contratação direta do Grupo Teixeira Duarte para executar também a última fase dos trabalhos, sem necessidade de licitação diante da natureza singular do serviço e da especialização da empresa. Com o objetivo de garantir transparência e promover um debate sobre o tema, foram encaminhadas cópias da proposta com toda a fundamentação jurídica e informações sobre o orçamento para o Tribunal de Justiça, Ministério Público do Estado, Tribunal de Contas do Estado e Assembleia Legislativa (Alesc). O Governo do Estado ainda está avaliando a proposta em debate com os demais poderes.

Histórico

A Ponte Hercílio Luz foi construída na década de 1920 – entre novembro de 1922 e maio de 1926 – pelas firmas associadas Byington & Sundstrom, que viriam a se tornar a American Bridge. A ponte foi oficialmente inaugurada em 13 de maio de 1926 e fechada para o tráfego de veículos pela primeira vez em 22 de janeiro de 1982. Em 1988, foi reaberta somente ao tráfego de pedestres, bicicletas, motocicletas e veículos de tração animal e, em 1991, foi novamente interditada a qualquer tipo de tráfego.

Quando concluída, a ponte será reincorporada ao sistema viário de Florianópolis, melhorando a mobilidade urbana.

*Alexandre Lenzi é assessor de comunicação na Secom

Publicidade