Prefeitura de Florianópolis retoma obras de duplicação e revitalização da Edu Vieira

Publicidade

A Prefeitura de Florianópolis retomou na manhã desta terça-feira (20) as obras de duplicação e revitalização da Rua Deputado Antônio Edu Vieira, no Pantanal. Será dada continuidade ao trabalho que foi interrompido no entorno da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no trecho de 1,3 km que vai da rótula da Dona Benta, na entrada da Rua João Pio Duarte Silva, até a rótula da Eletrosul, na esquina com a Avenida César Seara.

As obras da Operação Asfaltaço no valor de R$ 8.298.059,38 a serem realizadas pela empreiteira Ebrax Construtora, no prazo de oito meses, serão conduzidas pela Secretaria de Infraestrutura. Elas implicam na duplicação do trecho com pavimentação asfáltica; restauração do pavimento da pista existente;  melhoramento das alças de acesso e retorno; implantações de passeios e ciclovia bidirecional, ou seja, com duas faixas que permitem a passagem em ambos os sentidos, no lado da UFSC; finalização da recuperação do sistema de drenagem e sinalização viária.

Continua após a publicidade

“Temos a certeza da importância desta obra, que ajudará em muito a mobilidade da região, principalmente com o retorno das aulas presenciais dos quase 50 mil alunos que ali se deslocarão”, destaca o secretário de Infraestrutura, Valter Gallina.
 
Detalhe: o canteiro central será feito de modo que, no futuro, possa transformar-se em corredor exclusivo de ônibus, no caso da implantação do anel viário. Além do que, a obra leva em conta o estudo em andamento pelos técnicos da Secretaria de Infraestrutura de um sistema binário (mão única). A ideia é fazê-lo entre a Edu Vieira (no trecho Eletrosul-Armazém Vieira) e a Rua Capitão Romualdo de Barros, na Carvoeira, a fim de melhorar o fluxo de veículos na região. 

Uma nova licitação precisou ser lançada para contratação de empresa responsável pela execução das obras após a rescisão do contrato entre a Prefeitura e a empreiteira MJRE Construtora Ltda. O rompimento ocorreu em meados do ano passado, por solicitação da empresa, devido a problemas financeiros. Na vigência desse contrato foi executada quase a totalidade dos serviços de drenagem e terraplanagem da área.

Publicidade