Proactiva pede licença à Fatma para aumentar aterro sanitário

Publicidade
*Alexandre Alves
*Alexandre Alves

Coluna Entrelinhas

A Proactiva Meio Ambiente LTDA. solicitou, à Fundação Estadual do Meio Ambiente (Fatma), licença para ampliar áreas adjacentes do aterro sanitário de Biguaçu. O pedido foi publicado no Diário Oficial do Estado.

Continua após a publicidade

A empresa solicita a “reconformação dos taludes” (motonivelamento de parte do terreno), gerando assim um novo espaço para acondicionamento de lixo.

A Proactiva administra o aterro sanitário de Biguaçu, que recebe diariamente toneladas de resíduos sólidos de municípios da Grande Florianópolis. O município biguaçuense recebe taxas por conceder uma área para isso.

Registra-se que a Prefeitura de Biguaçu está fazendo o levantamento de quanto o município de Florianópolis deve de taxas por usar do aterro sanitário da Proactiva. O prefeito Ramon Wollinger (PSD) já adiantou que, ou a capital paga o que deve ou terá que encontrar outro local para depositar seus resíduos.

Publicação no DOE:

proactiva-aumenta-aterro

*Alexandre Alves é jornalista e editor da Coluna Entrelinhas

Publicidade