SC aposta em energias limpas para garantir eficiência energética

Publicidade

Para driblar a crise econômica, aproveitar o potencial catarinense de geração de energia e manter-se na vanguarda do crescimento, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), lança, nesta quarta-feira (24), o “SC+Energia” – Programa Catarinense de Energias Limpas. O objetivo é impulsionar a atividade econômica do setor, gerando riqueza e mais empregos, ampliando o desenvolvimento e a eficiência energética de Santa Catarina. O evento, que será realizado às 14h, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis, é gratuito e aberto ao público.

“Vamos aproveitar um potencial natural para gerar empregos e desenvolver a economia, fazer um enfrentamento direto à crise de energia que o Brasil vive. Afinal, subiu muito o custo, pois estamos usando essencialmente a energia térmica, que tem um valor muito alto. Incentivando esses novos projetos, vamos contribuir decisivamente para aumentar a nossa eficiência energética”, salientou o governador Raimundo Colombo.

Continua após a publicidade

O SC+Energia, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), reúne diversos órgãos e entidades do governo estadual. A ideia é fortalecer principalmente as energias consideradas limpas e renováveis, como Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), Eólica, Solar e Biomassa. “São atividades de baixo impacto ambiental, menor que as fontes de energia com origem nos combustíveis fósseis. Os projetos previstos podem gerar mais de 1 GWh (gigawatt-hora), o que exigirá investimentos bilionários”, explica o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

O Estado tem 68 projetos de PCHs já com licença para instalação (LAI) e 40 à espera dessa licença. Há, ainda, 130 projetos de PCHs, 96 empreendimentos com licença de operação emitida (LAO) e 17 unidades, entre eólicas e fotovoltaicas, requerendo licença ambiental prévia (LAP).

Publicidade