Temporais causam danos à rede elétrica no Meio-Oeste e Oeste de Santa Catarina

Publicidade

Chuvas com raios, queda de granizo e rajadas fortes de vento causaram destruição no sistema elétrico da Celesc, principalmente, do Oeste e Meio-Oeste catarinense. As regiões mais atingidas são Chapecó, São Miguel do Oeste e Concórdia, nas quais mais de 40 mil unidades consumidoras estão sem energia.

Os principais estragos foram causados por queda de vegetação e descargas (raios) sobre a rede elétrica. No momento, a chuva contínua e as condições de acesso aos locais das ocorrências, por conta de enchentes e deslizamentos, dificultam a chegada das equipes para proceder aos reparos necessários.

Continua após a publicidade

Na região de Chapecó, as cidades mais atingidas são Águas Frias, Chapecó, Coronel Freitas e Nova Itaberaba. Estão em campo 15 equipes, próprias e terceirizadas. Na região de São Miguel, 22 equipes estão trabalhando desde as primeiras horas para recompor o sistema, principalmente nos municípios de Guaraciaba, Iraceminha, São Miguel do Oeste e Saltinho.

Na região de Concórdia, dois temporais com granizo causaram danos na rede de Faxinal dos Guedes, Ponte Serrada e Seara. No momento, 19 equipes estão em campo. Além dessas equipes locais, estão sendo remanejadas equipes de outras regiões que não foram afetadas para dar apoio aos que já estão em campo. A previsão é que, conforme permitam as condições climáticas e de acesso físico, o restabelecimento da energia seja concluído até o final da tarde.

Segundo nota meteorológica emitida pela Epagri/Ciram, nas últimas 24 horas foram registradas chuvas no Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul de SC com forte atividade elétrica (raios), queda de granizo e rajadas fortes de vento, entre 50km/h e 70km/h, passando de 100km/h no Planalto Sul. As condições permanecem altamente favoráveis à ocorrência de temporais.

Publicidade