TIM é condenada a indenizar empresa de SC em R$ 25 mil por cobranças indevidas

Publicidade

A 6ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) fixou em R$ 25 mil o valor da indenização, por danos morais, conferida a uma empresa de Lages (SC), que teve seu nome indevidamente colocado no cadastro de restrição de crédito.

Consta dos autos que terceiros utilizaram seus dados para contratar uma linha telefônica da TIM Celular S.A. Os boletos seguiam para a empresa, que nunca se preocupou em quitá-los já que que não havia contratado o serviço.

Continua após a publicidade

A desembargadora Denise Volpato, relatora do acórdão, ressaltou o dano causado à empresa autora que, durante anos e por diversas vezes, teve seu nome no rol de maus pagadores por causa desta dívida que não contraiu. A desembargadora afirmou que uma empresa do porte da telefônica, com alta capacidade tecnológica, jamais poderia cair em erro tão grosseiro.

“As indenizações arbitradas em valores ínfimos se comparados aos lucros obtidos pelas concessionárias de serviços públicos, são de todo iníquas à finalidade pedagógica do instituto, servindo muito mais como um estímulo à manutenção de serviços defeituosos e práticas desidiosas dos fornecedores de serviços públicos”, explicou, ao majorar o valor da indenização, inicialmente arbitrada em R$ 5 mil.

A decisão foi unânime,mas ainda cabe recurso, informa o TJSC.

(Apelação n. 0006337-59.2011.8.24.0039)

Publicidade