Tropa de choque da Polícia Militar de Santa Catarina será reforçada

Publicidade

Trinta policiais militares iniciaram o Curso de Operações de Polícia Choque da Polícia Militar de Santa Catarina. Promovido pelo Grupamento de Polícia de Choque (GpChoque), o curso conta com a participação de policiais de Santa Catarina, Paraná, Pará, Minas Gerais e Amazonas, e terá duração de 40 dias.

O curso terá um total de 350 horas-aula e abordará disciplinas como gestão democrática de movimentos sociais, atuação em praças desportivas e grandes eventos, patrulhamento tático urbano, intervenção em ambientes prisionais, uso progressivo da força, teoria e prática de emprego de tecnologias não letais, armamento e tiro, operações integradas de polícia militar de choque, dentre outras.

Continua após a publicidade

As atividades do curso serão realizadas basicamente na sede do GpChoque, em Florianópolis. Ao final do curso, os policiais estarão aptos para exercerem atividades relacionadas as operações de choque, em situações de controle de distúrbios civis, atuação em presídios rebelados, patrulhamento tático móvel e policiamento em praças desportivas e grandes eventos.

A abertura das atividades contou com a presença do comandante-geral da PM, coronel Paulo Henrique Hemm, do subcomandante-geral, coronel João Henrique Silva, do diretor de Instrução e Ensino, coronel José José Aroldo Schlichting, e do comandante do GpChoque, tenente-coronel Izaías Otacílio da Rosa, além de oficiais e praças do GpChoque.

Policiais iniciam curso para integrar a tropa de choque da Polícia Militar
Policiais iniciam curso para integrar a tropa de choque da Polícia Militar

A informação é da assessoria da PM.

Publicidade