VEJA VÍDEO: Família recebe com festa empresário que estava sequestrado

Publicidade
Família celebra retorno do patriarca (Foto: Instagram)
Família celebra retorno do patriarca (Foto: Instagram)

Familiares, vizinhos e amigos receberam, com muita alegria e queima de fogos, nesta sexta-feira de Natal, por volta das 22h, em São João Batista (município limítrofe com Biguaçu), o empresário da construção civil João José Gonçalves, de 75 anos. Ele estava sequestrado desde o dia 10 de dezembro e foi libertado do cativeiro ontem, por policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil.

As pessoas queriam abraçar e beijar “Seo João”, como ele é conhecido. O idoso retribuiu o carinho recebido, agradecendo a todos. Recebeu uma neta no colo e a beijou, emocionado. “Acabou, já passou”, disse João, a amigos.

Continua após a publicidade

A filha dele, Jaqueline Gonçalves Cândido, que é esposa do prefeito daquele município, Daniel Netto Cândido (PSD), comemorou, em uma postagem em rede social, o “presente de natal” recebido nesta sexta-feira. “Quem diria que na noite de Natal menino Jesus iria nos dar esse presentão. Feliz pelo retorno do meu pai. Muito obrigada pelas orações e palavras de conforto. Obrigada aos amigos que desde o momento do sequestro estiveram ao nosso lado e a Deic nosso eterno agradecimento. A ti Senhor Jesus te louvo e agradeço pela vida do meu pai”, escreveu.

Veja o vídeo da chegada do patriarca:

O desfecho do sequestro:

João foi localizado por agentes da divisão antissequestro em um cativeiro, em Paranaguá, no Estado do Paraná. Os bandidos chegaram a pedir R$ 8 milhões de resgate. Durante essas duas semanas, os familiares permaneceram em silêncio, a pedido da polícia, para não atrapalharem as investigações.

Na casa de praia que funcionava como cativeiro, os policiais prenderam dois sequestradores. Um terceiro conseguiu fugir. Os criminosos foram enviados para Curitiba e depois devem ser transferidos para uma unidade prisional em Santa Catarina, onde aguardarão julgamento da Justiça.

Publicidade