Vereadores adiam votação de taxa após protesto de ‘farofeiros’

Publicidade
Manifestantes levaram cartazes em alusão ao que foi dito pelo prefeito (Foto: Reprodução/RBS TV)
Manifestantes levaram cartazes em alusão ao que foi dito pelo prefeito (Foto: Reprodução/RBS TV)

G1 – Os vereadores de Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis, decidiram adiar para a próxima segunda-feira (14) a votação do projeto de lei (PL) que institui a taxa ambiental no município. O PL seria votado nesta segunda, mas houve protesto. Na semana passada, o prefeito discutiu em uma rede social sobre a taxa e disse que a cidade não precisava de “farofeiros”. O caso acabou sendo repercutido em rede nacional de televisão, no “Bom Dia Brasil”, da Rede Globo (Veja o vídeo abaixo).

Governador Celso Ramos quer implantar uma cobrança para visitantes durante todo o ano, diferentemente de Bombinhas que cobra a taxa apenas no verão. Se aprovada, deve variar entre R$ 10 e R$ 150 por veículo.

Continua após a publicidade

No protesto desta segunda, moradores e turistas levaram cartazes com alusão à fala do prefeito e gritavam “farofa, farofa”. O pátio da Câmara de Vereadores ficou lotado. Conforme a RBS TV, a Polícia Militar não acompanhou a manifestantes e, por isso, não soube informar o número de participantes.

Polêmica

A declaração do prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos, foi feita na quinta-feira (3) em um debate em uma rede social. Um morador de Biguaçu reclamou sobre a possível implantação da taxa para turistas entrarem na cidade e o prefeito respondeu que o município não precisava de “farofeiros”.

Grupo organiza ‘farofaço’ em Palmas contra taxa ambiental

As discussões nas redes sociais começaram quando o dentista Bruno Célio questionou em sua página à administração municipal, dizendo que a praia, que para ele não tem muito movimento durante o ano, pode ficar vazia também no verão com a cobrança.

“Prefeito de Ganchos [nome de uma das praias da cidade], tá de brincadeira! Praia já é morta durante o ano e agora quer deixar morto no verão! Imagina se todos municípios decidem cobrar pedágio? Ao invés de progredir querem regredir”, disse Bruno.

Taxa em GCR também irá para cumprir determinações judiciais

A postagem rendeu quase 300 comentários, inclusive do próprio prefeito de Governador Celso Ramos, que rebateu dizendo que, se Biguaçu tem belas praias, os moradores da cidade poderiam ficar nelas. E ainda completou sobre quem deveria ir na praia do município.

“Eu estou aqui para cuidar da MINHA cidade e do MEU povo, passa no meu gabinete que te entrego em mãos cópia do estudo feito, no mais, nosso turismo vai muito bem obrigado, não precisamos de FAROFEIROS…!!! Precisamos de turismo de QUALIDADE e não de QUANTIDADE..”, escreveu o prefeito na rede social.

Ainda nesta sexta (4), o prefeito compartilhou uma imagem de diversas pessoas em praias que ele define como ‘farofeiros’ com a legenda: “Bom dia. Que essa cena não se repita mais nossas praias de Governador Celso Ramos SC”.

Vereador de Biguaçu propõe cobrança de serviços públicos a Gov. Celso Ramos

“Farofeiro pra mim é aquele que vem, traz tudo aquilo, inclusive eu publiquei de novo no meu Face e eles não foram lá se manifestar, o que é farofeiro segundo um estudioso cientista de São Paulo. Que farofeiro é todo aquele que traz os seus mantimentos, sujam, vão embora e sequer limpam o que eles sujaram”, disse o prefeito à RBS TV

“Eu me senti ofendido porque eu sou farofeiro. Eu vou pra praia, cada um leva o seu kit, eu quero tomar uma cervejinha na praia, uma água, quem não faz isso aí na praia? Resta cada um ter a sua consciência e levar para o lixo”, completou o dentista à reportagem.

Juliano, o paraíso e o pedágio

Projeto de lei

O projeto prevê a instalação de câmeras de monitoramento e estruturas de cobrança nas duas entradas da cidade. Os valores das taxas devem variar entre R$ 10 e R$ 150, dependendo do tamanho do veículo (veja previsão de valores no quadro abaixo). Moradores e veículos que abastecem a cidade não pagam.

A cidade de 16 mil habitantes tem mais de 40 praias – duas delas receberam o certificado Bandeira Azul, um programa internacional de certificação ambiental para praias e marinas, e é conhecida por resorts de luxo que atraem turistas do mundo inteiro.

Veja o vídeo do Bom Dia Brasil

Publicidade