WhatsApp recebe ameaça de processo por causa do emoji do dedo médio

O WhatsApp pode enfrentar um novo processo nos próximos dias. O motivo não são as quedas ocasionais do serviço ou uma incapacidade de entregar dados que autoridades pedem, como aconteceu no Brasil. Nada disso: o problema é um emoji. Mais especificamente, o emoji problemático é o caractere que representa o ato de levantar o dedo médio para alguém.

Acontece que esse gesto é bastante mal visto na Índia, o que fez com que um advogado estipular ao app um prazo de duas semanas para a remoção do ícone sob ameaça de processo, como informa o site CNET.

Conteúdo impulsionado

Em seu alerta, o advogado Gurmeet Singh cita uma série de regulamentações locais que vão contra a disponibilização do emoji do dedo do meio no WhatsApp. “Mostrar o dedo médio não é apenas ofensivo, mas também é altamente agressivo, invasivo, obsceno e libidinoso”. Não à toa, a legislação indiana proíbe fazer tais gestos para mulheres. “Ao oferecer o emoji em seu app, o WhatsApp estimula o uso do gesto ofensivo, libidinoso e ofensivo”, afirma o advogado.

Gesto é bastante mal visto na Índia e incomodou advogado

Leia mais: WhatsApp vai parar de funcionar em 2018 em alguns smartphones

Esta não é a primeira vez, no entanto, que o WhatsApp enfrenta problemas na Índia. O governo local já se manifestou de forma severa contra o app devido à dificuldade de limitar a distribuição de conteúdo censurável. A Justiça indiana chegou a determinar que publicações com informações falsas poderiam levar à prisão de administradores de grupos em abril deste ano; em maio um administrador foi preso justamente pela distribuição de conteúdo ofensivo.

Conteúdo impulsionado