Turma do contra

Bancada do PMDB de Biguaçu (Foto: Biguá News)

Os vereadores do PMDB de Biguaçu atuaram, nas duas primeiras sessões de setembro, dias 4 e 5, como uma verdadeira “Turma do Contra”. Nino, Magali, Salmir e Maneca votaram contrário a todos os projetos apresentados pelo Poder Executivo. O que deu mais falação durante a semana foi o quarteto ser contra o texto que pede autorização de financiamento de R$ 5 milhões para pavimentar ruas do interior do município.

Turma do contra II

Ser oposição é natural, normal, e é salutar que qualquer administração pública tenha parlamentares que se posicionem contrários em projetos que eventualmente sejam danosos ao erário. Contudo, ser contra esse do empréstimo no Badesc pegou mal, principalmente por que o dinheiro será usado para asfaltar vias nos bairros mais distantes. A Prefeitura está fazendo economia de recursos e tem previsão de caixa para saldar as parcelas, que ficarão em torno de R$ 140 mil ao mês. Nas entrelinhas, fica parecendo que a oposição está incomodada com vários projetos de infraestrutura que estão em fase de liberação em Biguaçu, e resolveu ser contra iniciativas que tratem de obras. O próprio Nino, líder da bancada, disse durante a discussão do texto que “está tendo muito investimento em obras, precisamos olhar para outras áreas também”.