Aluguel do prédio da Câmara de Biguaçu sobe para R$ 20,5 mil por mês

Publicidade

O valor que a Câmara de Biguaçu pagará de aluguel em 2021 aumentou para R$ 246.180,00 (R$ 20.515,00 por mês), conforme a Dispensa de Licitação nº 001/2021 publicada no Diário Oficial dos Municípios esta semana. O preço praticado em 2020 foi de R$ 222.600,00 (R$ 18.550,00 por mês) – aumento de 10,6%. O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) – usado para reajustar os preços dos alugueis – encerrou 2020 com a alta de 23,14%.

Prédio onde funciona a Câmara de Biguaçu – imagem ilustrativa (Reprodução Google)

A sede do Poder Legislativo de Biguaçu funciona há vários anos na rua Hermógenes Prazeres, nº 79, no centro da cidade, através de contrato de locação. O local acomoda os gabinetes, plenário, arquivo e toda área administrativa da Câmara Municipal.

Continua após a publicidade

Leia também:

Epagri apresenta plano anual de trabalho para município de Biguaçu

Empresa prepara 2 mil lotes de lançamentos urbanísticos para 2021

Notícias no WhatsApp? Clique aqui: https://chat.whatsapp.com/LcIjuTus86K53EQX4uT80w

A Câmara tinha um prédio começado e não terminado por falta de recursos, na rua São José, também no centro. Em 2019, um acordo entre o Legislativo e o Executivo transferiu essa construção para o município. Pelo acordo, a Prefeitura iria terminar a obra e alocar secretarias e praticamente toda a parte administrativa. Em troca, a sede da Secretaria de Educação, na rua Hermógenes Prazeres, seria cedida à Câmara. Porém, as coisas não saíram do papel e o prédio na rua São José continua sem prazo definido para o término da construção.

Obra está parada há oito anos por falta de recursos (Foto: Biguá News)
Publicidade