Dilma visita SC neste sábado e garante recursos a municípios alagados

Publicidade

* Alexandre Lenzi

O governador Raimundo Colombo recebeu a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Integração Nacional, Gilberto Magalhães Occhi, em Florianópolis, na tarde deste sábado, para tratar das medidas de apoio aos municípios catarinenses prejudicados pelas chuvas deste mês. O governador e a presidente tinham programado um sobrevoo pelo Estado e uma reunião em Rio do Sul com prefeitos das regiões afetadas, mas a programação foi cancelada devido a questões de segurança diante do tempo instável, informou a assessoria do Palácio do Planalto.

Continua após a publicidade
Dilma Rousseff e Raimundo Colombo conversam em Florianópolis sobre as chuvas no Estado (Roberto Stuckert Filho - PR)
Rousseff e Colombo conversam em Florianópolis sobre as chuvas no Estado (Roberto Stuckert Filho – PR)

Após reunião com a presidente, o governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, concederam entrevista coletiva para a imprensa em Florianópolis. “Apresentamos todos os dados e os pleitos dos prefeitos para a presidente, que foi sensível às demandas. Agora vamos esperar as águas baixarem para preparar um relatório completo, a ser entregue em Brasília para garantir a liberação dos recursos. A presidente se comprometeu com a liberação e pediu para o ministro Occhi agilizar o processo”, afirmou Colombo.

O governador ressaltou que o Governo do Estado está garantindo os recursos necessários para todas as ações emergenciais. E a parceria com o Governo Federal se dará para obras de médio e longo prazo, como recuperação de estradas, reconstrução de pontes e outras medidas de infraestrutura.

Em Rio do Sul, onde foram realizadas reuniões técnicas ao longo deste sábado, o secretário adjunto da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, acompanhou os trabalhos da equipe que continua monitorando toda a região. Moratelli lembrou que já são 98 cidades catarinenses em situação de emergência e mais de 30 mil pessoas afetadas. Ele informou que os níveis dos rios já estão baixando, mas ainda há registros de alagamentos em diferentes cidades e toda a equipe da Defesa Civil continua em prontidão diante da previsão de mais chuvas para os próximos dias.

“Nossa preocupação ainda existe porque estamos em período de El Niño e sua característica é a chuva recorrente. Estamos monitorando todos os rios e esvaziando os reservatórios da forma mais rápida possível”, explicou.

A presidente Dilma lamentou não poder participar da programação em Rio do Sul e informou que pretende retornar à região para inauguração da sobrelevação das barragens de Taió e Ituporanga, prevista para ocorrer até o final deste ano. Mesmo antes das obras finalizadas, a atual condição das estruturas já tem contribuído para minimizar o impacto das chuvas em Santa Catarina.

Previsão para os próximos dias

A previsão da equipe da Epagri/Ciram indica que este domingo, 25, amanhece com céu encoberto e pancadas chuva no Oeste, se estendendo ao Meio-Oeste no decorrer do dia. A chuva diminui a partir da noite. Nas demais regiões do Estado, a previsão é de sol e variação de nuvens.


Rio do Sul neste sábado. Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Na segunda, 26, a partir da tarde, volta a chover na forma de pancadas no Oeste e Meio-Oeste e a chuva chega também ao Vale do Itajaí e Planalto Norte.

Na terça-feira, 27, as regiões do Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul têm chuva já a partir da manhã diminuindo no início da tarde. Nas demais regiões, a chuva inicia no fim da manhã e início da tarde, diminuindo à noite.

* Alexandre Lenzi – Assessoria de Imprensa

Publicidade