Edital para o serviço de táxi sem Florianópolis é modificado

Publicidade
Foto: Aline Andrade

Para que a população não sofra com a falta de táxis na temporada de verão,  a Secretaria de Mobilidade Urbana de Florianópolis (SMMU) decidiu acatar as recomendações do Ministério Público de Contas e do Ministério Público de Santa Catarina, alterando o edital para o serviço.

Assim, os licitantes foram convocados a entregar novamente o envelope de número ‘2’, contendo a proposta técnica. A entrega poderá ser realizada entre os dias 3 e 7 de agosto, entre 14 e 18 horas, na rua Conselheiro Mafra, 656, Edifício Aldo Beck. Com as novas características, as medidas de conforto interno passam de 1,8 metro para 1,75. Já a capacidade do porta-malas será modificada de 500 para 450 litros. Os formulários para a entrega podem ser obtidos no site oficial do concurso: www.smmu.pmf.ieses.org

Continua após a publicidade

Ainda atendendo recomendações, serão convocadas outras dez Pessoas Com Deficiência (PCD) na listagem final dos licitantes a receberem credencial para operar o serviço. Os recursos deverão ter os resultados divulgados no próximo mês, pois ainda estão sob análise da comissão.

Outros veículos preenchem as características

O MPSC fez recomendação para a SMMU, solicitando a alteração do item 15.3, que apresenta as especificidades do carro a ser ofertado, pois, de acordo com o órgão, havia direcionamento para a escolha do modelo.

No entanto, ao contrário do que foi apontado, outros veículos preenchiam as características, resultando na pontuação máxima, entre eles o Kia Soul, o JAC T6, o Peugeot 408 Alure e o Hyundai Tucson, com valores aproximados e até abaixo do apresentado pelo modelo Renault Fluence.

Continuidade do processo

A previsão era de concluir todas as etapas ainda no primeiro semestre deste ano, mas a alteração modificou os prazos. Atualmente, Florianópolis conta com uma frota de apenas 471 veículos e por isso é muito importante que o processo tenha continuidade, quando serão selecionados os cem primeiros classificados.

Os outros cem qualificados formarão cadastro de reserva e serão convocados, pela ordem de classificação, na medida da necessidade do serviço.

Publicidade