Empresa que construiu a ponte Hercílio Luz desiste de reformá-la

Publicidade

A empresa norte-americana American Bridge – que construiu a ponte Hercílio Luz na década de 1920 – informou, ao governo do Estado de Santa Catarina, por meio de ofício, que “não executará as obras de restauração”. Conforme a Secretaria de Comunicação, os engenheiros explicaram que a decisão ocorre por conta, sobretudo, “da conjuntura econômica do Brasil e da desvalorização do real”. A American Bridge se dispõe a colaborar com os trabalhos.

O Estado segue avaliando a proposta apresentada pelo grupo português Teixeira Duarte para a executar a restauração. A  Empa, subsidiária do grupo, concluiu, no dia quatro deste mês, as obras das torres de sustentação da ponte. Na última terça-feira (6), o governo liberou a ordem de serviço para a conclusão da treliça da estrutura inferior, que fará a ligação entre os quatro pilares e o vão pênsil da Hercílio Luz. O trabalho deverá ser concluído em 180 dias, com investimento de R$ 11,4 milhões.

Continua após a publicidade

Antes de aprovar a continuidade da restauração, o governo do Estado apresentará à sociedade a proposta do grupo Teixeira Duarte, o que deverá ocorrer nos próximos dias, informa a assessoria.

Ponte Hercílio Luz: empresa que construiu fugiu da reforma (Foto: Samira Zampieron Alves)
Ponte Hercílio Luz: empresa que construiu fugiu da reforma (Foto: Samira Zampieron Alves)
Publicidade