Especialista diz a empresários de Biguaçu que atual cenário exige estratégias

Publicidade
José Renato da Silva (Foto: Biguá News)
José Renato da Silva (Foto: Biguá News)

O especialista em marketing José Renato da Silva palestrou, nesta quinta-feira à noite, a microempresários de Biguaçu, em um evento realizado pelo Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae), e disse que o atual cenário econômico do país exige estratégias para manter e alavancar vendas. Na avaliação do palestrante, momentos adversos ensejam reciclagem, mudanças e engajamento na gestão do negócio.

“A crise, ela te provoca a repensar o teu negócio. As pessoas têm o hábito de se acomodar e não investirem. Então é importante o empreendedor começar a pensar em o que fazer, quando fazer o como fazer. E uma sugestão é participar desse movimento em parceria entre Sebrae e prefeitura,  para ter a possibilidade de levar à empresa uma consultoria, orientação e treinamento, para poder alavancar melhores resultados”, disse, ao Biguá News, após o evento.

Continua após a publicidade

José Renato pontuou aos participantes que quedas no faturamento devem fazer o microempresário ‘acordar para a realidade’ e traçar estratégias para aquecer as vendas. Na avaliação do especialista, o comerciante e os vendedores não podem ser meros ‘entregadores de produtos’ a quem entra no estabelecimento.  É preciso fazer mais que isso.

“O cliente é a razão de ser de qualquer empresa. Então as empresas têm que cativar, conquistar e fidelizar. É preciso começar a dar mais importância às necessidades de seus clientes. Veja, quanto é que vale um cliente para a empresa? São perguntas assim que instigam as empresas a repensar o negócio nos momentos adversos da economia”, comentou.

Na próxima semana, outra palestra será realizada. Os eventos fazem parte do Projeto de Desenvolvimento Territorial do município de Biguaçu, que foi assinado no começo de setembro. Além do Sebrae, também está sendo desenvolvido pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação Tecnológica, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu (Acibig), com o apoio do Banco do Empreendedor  e Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

Publicidade