Juliano diz que escuna é de seu irmão e Land Rover é de “dono sigiloso”

Publicidade

O prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos (PSD), disse, nesta segunda-feira (29) à noite, na tribuna da Câmara Municipal, que não é o proprietário de uma escuna e de um automóvel Land Rover Evoque, conforme questionou a vereadora Caroline Batistoti (MDB). “A escuna é do meu irmão, se eu não puder nem fazer propaganda nas mídias sociais para meu irmão”, comentou, em um trecho. “Já a Land Rover que eu estou usando não é minha, é de um amigo que me pediu sigilo”, afirmou.

O gestor municipal fez as afirmações ao falar das cobranças da vereadora. Ela protocolizara na Prefeitura, hoje à tarde, um requerimento de informações sobre quanto e como ele pagou uma casa em área nobre de São José. No documento ela também pediu os extratos do imposto de renda entre os anos de 2013 e 2016, dele e da esposa Ellen Prim, secretária de Assistência Social; como o casal comprou dois carros de luxo – além do Evoque, um BMW X6; e sobre a empresa de turismo e a escuna.

Continua após a publicidade

Campos mostrou-se extremamente incomodado com as cobranças da vereadora e as classificou como “petulantes”. Ele não apresentou os extratos de imposto de renda e disse que apresentaria se todos os vereadores e servidores da casa também apresentassem.

O prefeito ainda negou ser dono dos mais de 40 quilos de maconha apreendidos dentro de um carro que estava estacionado no imóvel dele em São José. “Nunca fumei e nunca cheirei. Eu tenho a consciência bem tranquila com relação a esses fatos”, argumentou Juliano.

Rebate em seguida

A vereadora usou a tribuna logo em seguida e disse ser necessário o prefeito revelar como adquiriu a casa em São José, pois, conforme Batistoti, ela fora comprada por um preço alto e de um empresário que ganhou licitação com valor considerável da Prefeitura, em 2017. “Eu desafio o senhor prefeito a mostrar a forma de como ele compra seus bens, como ele paga. Se tiver como provar, apresente”, cobrou Batistoti.

Veja na íntegra o requerimento protocolizado por Caroline Batistoti clicando aqui (Vai abrir o PDF).

Atualizada às 9h40

Publicidade