Luiz Renato Ramos Petry – A crise e o mercado

Luiz Renato Ramos Petry

Toda crise abre espaço para criarmos oportunidade, isto conhecemos e não é de hoje, nossos avós já diziam a mesma coisa, depois da perda vem a bonança, depois da chuva o sol, e assim por diante. Mas nesse momento que vivenciamos uma tímida retomada da confiança do consumidor catarinense, nós empresários devemos voltar nosso olhar para a gestão, fazendo uso de ferramentas que auxiliam na tomada de decisão; o uso de ações legais, como melhorias em mudanças contínuas trazem benefícios aos negócios, melhor utilização do espaço físico, publicidade correta e legal, assim como a análise de indicadores relacionados ao público alvo.

O conjunto de percepções do consumidor no processo de compras, efetivação e atributos que influenciam no consumo, experiência de compra e qualificação no atendimento, são estratégias que formam seus negócio no mercado. Essa inovação deixa o cenário mais competitivo e com isso há a necessidade de maior diversificação e diferenciação dos produtos e serviços. Atento as mudanças a ACIBIG e CDL Biguaçu, juntamente com as Federações vem atuando em favor do setor e ao lado do empresário no enfrentamento dos desafios conjuntariais. Através de nossas associações, pesquisas econômicas realizadas mensalmente são disponibilizadas com informações de inteligência de mercado.

Conteúdo impulsionado

Com dados confiáveis dos principais indicadores como de consumo das famílias e endividamento dos catarinenses, realizam-se valiosos estudos que cruzam dados de volume de vendas e o comportamento na hora da compra nas principais datas comemorativas para o comercio de nosso município, elementos esses que mensuram o desempenho do mercado e norteiam o planejamento do empresário.

É possível afirmar que os indicadores do estado estão em uma trajetória de ascendência, acima da média em comparação com outros estados do Brasil.

Os números atestam a pujança de nossa economia e a possibilidade da retomada do crescimento tão logo as incertezas políticas se dissipem e o emprego e a confiança do consumidor sejam restabelecidos. Representando um setor responsável por gerar 64% da riqueza do Estado em que emprega, 1,5 milhões de pessoas é nosso compromisso defender a competitividade e a longevidade das empresas catarinenses. Se o Sr. ou Sra. não são associados, associa-se, juntos seremos mais forte, vamos apesar dos pesares vencer mais esta etapa. A primeira coisa é ter uma atitude, depois lutar por ela.

Um forte abraço e uma ótima semana.

*Luiz Renato Ramos Petry – Diretor das Lojas Ideal e vice presidente da Acibig e da CDL

Conteúdo impulsionado