Ministro do STF determina que banqueiro preso na Lava Jato fique em cela especial

Publicidade
Foto: DCI
Foto: DCI

O diretor-executivo do banco BTG Pactual, André Esteves, está, desde a madrugada de hoje (27), no Complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Ele chegou a ser levado ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, zona norte daquele Estado, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki.

Continua após a publicidade

Porém, ficou lá por pouco tempo. Como o banqueiro possui nível superior e o Ary Franco não possui cela com esta finalidade, ele foi levado, em seguida, para Bangu.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que a Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, tem 138 presos e capacidade para 154. André Esteves está em uma cela individual, conforme o previsto na Lei de Execuções Penais (LEP).

Sobre as refeições de André Esteves, a Seap informa que o cardápio de almoço e jantar é composto por: arroz ou macarrão, feijão, farinha, carne (boi, peixe ou frango), legumes, salada, sobremesa e refresco. O café da manhã é composto por pão com manteiga e café com leite e o lanche, guaraná e pão com manteiga ou bolo.

Agência Brasil

Publicidade