Penitenciária de Florianópolis forma novas turmas de apenados em curso profissionalizante

Publicidade

Da Assessoria

A Penitenciária Estadual de Florianópolis realizou nessa terça-feira, 27, a cerimônia de formatura de 17 alunos do Curso de Confeiteiro, capacitação profissional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) voltada para a qualificação. Eles receberam um certificado reconhecido pelo Ministério da Educação e todos já trabalham na cozinha da unidade. 

Continua após a publicidade

Criado em 2011, o programa de qualificação do governo federal vem capacitando os presos em Santa Catarina desde 2013, com a oferta de 70 cursos para mais de 1.700 apenados. “Estamos sempre investindo em educação, trabalho e capacitação profissional com o objetivo de reinserir o reeducando na sociedade completamente ressocializado”, destaca a secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada Faraco De Luca. 

O curso de Confeiteiro teve carga horária de 220 horas/aulas, com duração aproximada de seis meses, e foi ministrado por profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SC). Além do curso de Confeiteiro, já foram concluídos na Penitenciária Estadual os cursos profissionalizantes para Operador de Computador, Eletricista Predial e Instalador de Refrigeração. 

Para participar dos cursos os detentos passam por uma comissão técnica de classificação que envolve avaliações por psicólogos e assistentes sociais. A Secretaria da Justiça e Cidadania está com 26 cursos homologados pelo Ministério da Educação (MEC) em todas as regiões do estado e 565 presos estão sendo atendidos em cursos profissionalizantes. 

Além da secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada De Luca, participaram da cerimônia, o promotor Fabrício José Cavalcanti, a defensora pública, Carolina Teixeira, o coordenador do Senai de Palhoça e São José, Ezequiel dos Passos Magalhães, o diretor da Penitenciária Estadual, Gabriel Airton da Silveira, e o gerente de educação do Departamento de Administração Prisional (Deap), Luiz Octávio Campos Simone, e servidores da penitenciária e da Secretaria da Justiça e Cidadania.

pronatec_penfpolis

Publicidade