STJD rejeita pedido do Figueirense para anulação da partida contra o Palmeiras

Publicidade

Sport SC – O Superior Tribunal de Justiça Desportiva indeferiu, na tarde desta quarta-feira (19), o pedido do Figueirense de anulação da partida contra o Palmeiras, em que o Furacão saiu de campo derrotado pelo placar de 2 a 1.

Segundo o presidente Ronaldo Piacente, não houve um erro de direito e sim erro de interpretação da arbitragem escalada para a partida. Piacente alegou que o trio não teve intenção de prejudicar o alvinegro.

Continua após a publicidade

Na coletiva realizada no início da tarde, o presidente do Figueirense, Wilfredo Brillinger, acompanhado do diretor jurídico do clube, Ricardo Cordeiro, apresentaram a ação que haviam protocolado junto ao STJD, solicitando a anulação da partida por causa do segundo gol marcado pelo Palmeiras, quando Dudu cobrou o lateral e a bola bateu primeiramente fora do campo, antes de Gabriel Jesus dar continuidade na jogada até a conclusão de Jean.

Sendo assim, a única partida que segue em julgamento na entidade é o Fla x Flu da última quinta-feira (13).

Presidente do Figueirense, Wilfredo Brillinger, e o diretor jurídico do clube, Ricardo Cordeiro (Foto: assessoria)
Presidente do Figueirense, Wilfredo Brillinger, e o diretor jurídico do clube, Ricardo Cordeiro (Foto: assessoria)
Publicidade