TJSC condena Casan e município em R$ 8 mil por turista cair em bueiro de esgoto

Publicidade

 A 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) confirmou condenação solidária da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) e do município de Laguna (118 km ao Sul de Florianópolis) ao pagamento de indenização, no valor de R$ 8 mil, em favor de pedestre que caiu na rede de esgoto após pisar numa tampa de ferro de bueiro – que se partiu ao meio.

Com o acidente, ocorrido em 2010, o cidadão sofreu torção no joelho e escoriações na perna e no pé esquerdos. Município e empresa apelaram da decisão por entenderem inexistente dano moral a ser indenizado por conta do episódio.

Continua após a publicidade

Contudo, a desembargadora Sônia Maria Schmitz, relatora da matéria no TJSC, considerou as fotos e documentos apresentados, além dos depoimentos de testemunhas, para firmar sua convicção. Para ela, as provas e circunstâncias confirmaram a omissão e a negligência dos réus na conservação e sinalização de irregularidade no passeio público e nas tubulações de água e esgoto.

Assim, assumiram o risco de resultado negativo ao não resguardar as condições de segurança do lugar, sobretudo por se tratar de avenida com grande fluxo de pedestres, na orla da principal praia da região.

“Nem sequer havia ali indicação de perigo ou advertência acerca da falha no travamento da tampa do bueiro, de todo indispensável”, concluiu a magistrada.

A decisão foi unânime, informa a assessoria do TJSC.

Publicidade