Tribunal do Júri da Capital inicia as sessões de 2016 com 14 julgamentos pautados

Publicidade

A Vara do Tribunal do Júri da comarca da Capital retoma na próxima terça-feira, dia 12 de janeiro, sua rotina de sessões de julgamento de crimes dolosos contra a vida. São 14 sessões previstas para acontecer nos dois primeiros meses do ano – seis em janeiro e oito em fevereiro. Todos esses julgamentos serão presididos pelo juiz Paulo Marcos de Farias, titular daquela unidade jurisdicional.

A primeira sessão do ano terá no banco dos réus um homem acusado de tentativa de assassinato contra um estudante na Prainha, nas imediações do túnel Antonieta de Barros, com os agravantes de crime praticado por motivo fútil e sem chance de defesa à vítima. O fato ocorreu em 21 de julho de 2007.

Continua após a publicidade

O segundo crime mais antigo a ser julgado neste início de ano data de 22 de abril de 2008 e envolve, segundo denúncia do Ministério Público, disputa pelo controle do tráfico de drogas na Capital que resultou em homicídio. Dos demais crimes em pauta, dois são de 2013 e dois foram registrados em 2014.

Em um dos casos, no Sul da Ilha, um jogador de futebol que na época atuava no Figueirense responderá pela morte de três pessoas que o acompanhavam em seu carro, acidentado na Via Expressa Sul, quando capotou e foi consumido pelas chamas. O Ministério Público sustenta que o atleta dirigia o veículo embriagado e em velocidade incompatível com o trecho onde aconteceu o acidente. Teria, portanto, assumido o risco de produzir as mortes que se registraram. Veja abaixo o cronograma das sessões.

Publicidade