Trinta e um municípios de Santa Catarina registram ocorrências por causa das chuvas

Publicidade

Granizo, chuva e vendaval foram registrados em Santa Cataroina desde quinta-feira, 8, deixando danos em 31 municípios. Lebon Régis acabou decretando Situação de Emergência. O levantamento da Diretoria de Respostas aos Desastres aponta 4.390 pessoas afetadas. Os dados dão conta que 592 ficaram desalojadas e 289 desabrigadas e uma pessoa morreu por descarga atmosférica.

Os números mostram ainda 925 residências danificadas/atingidas e pelo menos três instalações públicas danificadas/atingidas, informa a assessoria.

Continua após a publicidade

Municípios e histórico:

* Lebon Régis (granizo) 2000 afetados, 120 desalojados, 400 residências, 1 óbito; 13 rolos lona, 7000 telhas 4mm, 1000 telhas 5mm, 350kg prego, 800 colchões solteiro;

* Abelardo Luz (vendaval) 44 afetados, 10 casas afetadas (destelhamento) 4 estabelecimentos agropecuário

* São Miguel do Oeste (chuvas intensas) alagamentos;

* São Carlos (enxurrada) 20 afetados, 5 residências afetadas – deslizamentos pontuais;

* Itapiranga (vendaval) queda de árvores;

* Xanxerê (alagamento) alagamentos pontuais;

* Lages (inundação) 200 afetados, transbordamento de rio em perímetro urbano (rio Cahrá), 50 residências afetadas – 32  desabrigados, 1 abrigo aberto;

* Campo Belo do Sul (alagamento);

* Timbó (tempestade) queda de energia parcial;

* São  João do Oeste (chuvas intensas) 28 afetados, alagamentos e deslizamentos pontuais, 07 residências parcialmente alagadas;

* Anchieta (vendaval) 20 afetados, queda de árvores e postes, 8 destelhamentos entre casas e galpões perímetro rural;

* Campo Erê (vendaval) queda de árvores.

Sexta-feira (09)

* São Bento do Sul (granizo) 255 afetados,  10 residências afetadas – atendidas com lona, (alagamento) 50 casas alagadas, prefeitura e sec. de educação, (enxurrada) 04 residências afetadas deslizamentos pontuais

* Bom Jesus do Oeste (vendaval) residências afetadas – averiguando, 1 rolo lona

* Mafra (granizo) 72 afetados, 18 residências afetadas, sendo atendidas com lona

* Luís Alves (chuvas intensas) queda de energia e deslizamentos pontuais

* Porto União (alagamento) 4 afetados,  alagamentos pontuais 01 residência afetada

* Joinville (vendaval) 4 afetados, quedas de árvores 01 residência afetada,

* Vargeão (vendaval) destelhamentos e quedas de árvores, queda de energia

* Jaraguá do Sul (chuvas intensas) 5, afetados, deslizamentos pontuais, 5 desalojados

* Braço do Norte (deslizamento) deslizamento pontual

Sábado (10)

* Florianópolis (deslizamento) 6 afetados deslizamento pontual 01 residência atingida

* Urubici (deslizamento) deslizamentos pontuais Rod. SC 110, trânsito interrompido km 402

* Anitápolis (deslizamento) deslizamentos pontuais em estradas vicinais

* São Joaquim (deslizamento) 13 afetados,  deslizamento pontual em perímetro urbano 4 residências atingidas, 6 desabrigados (aluguel social), 7 desalojados

* Rio do Sul (alagamento) 175 afetados, alagamento perímetro urbano 30 residências afetadas, 3 abrigos abertos p/ 46 famílias, 175 desabrigados (parte abrigada em caráter preventivo)

Domingo (11)

* Três Barras (alagamento) 480 afetados, dois bairros alagados, 120 residências afetadas, 440 desalojados, 40 desabrigados – 1 abrigo aberto

* Rio Negrinho (alagamento) 20 afetados, alagamentos pontuais, 5 residências afetadas, 8 desalojados, 16 desabrigados

* Itajaí (alagamento) alagamentos pontuais

* Canoinhas (alagamento) 24 afetados, 6 residências afetadas, transbordamento do Rio Água Verde, 24 desalojados

* Ibirama (deslizamento) deslizamento sobre a BR 470 Km 114

Situação das Bacias Hidrográficas

Vale do Itajaí

No Alto Vale do Itajaí o Rio Itajaí Açu está com cota de emergência (transbordamento) em Rio do Sul, baixando lentamente 2 cm/h. Atingiu o pico em 7,24m às 4hs de sábado (10) e está em 7,00m na leitura das 07hs – 12/10/2015.

Planalto Norte

Mafra o Rio Negro está em cota de alerta, subindos 3cm/h. Leitura das 8hs do dia 12/10 estava em 6,8m. Cota de emergência é 7m.

Rio Negrinho o rio está acima da cota de emergência (3,5m), atingiu o pico 7hs da manhã de 12/10 em 4,47m e está baixando lentamente, com cota 4,46m às 9hs.

Três Barras o rio está em cota de atenção subindo 1-2 cm/h. Leitura das 8hs do dia 12/10 o rio estava 5.30m. Cota de emergência é 7m.

O Rio Canoinhas o rio está subindo 1 cm/h, em cota de atenção, 5,44m às 8hs da manhã do dia 12/10.  A cota de alerta é 5,70m.

A perspectiva é de melhora gradativa do tempo, porém ainda persistem condições de pancadas de chuva nas áreas de divisa com o Estado do Paraná no Planalto e Litoral Norte.

Publicidade