Advogado João Antônio Trajano será eleito presidente da OAB de Biguaçu

Publicidade
João AntônioTrajano (Foto: Samira Z. Alves)
João AntônioTrajano (Foto: Samira Z. Alves)

O advogado João Antônio Trajano, de 47 anos, será eleito presidente da 36ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Santa Catarina, que abrange os municípios de Biguaçu, Antônio Carlos e Governador Celso Ramos, na eleição que ocorre no próximo dia 16. Ele encabeça chapa única. O vice-presidente será Carlos Eduardo Marinho; secretário geral, Wagner Batista Cardoso; secretário geral adjunto, Djonatan Manoel Porto e, tesoureiro, Claudio Jacó Bunn Junior.

Trajano disse, em entrevista ao Biguá News, que entre as metas de sua gestão frente à Ordem estão a defesa da prerrogativa dos advogados, melhores condições de trabalho para a classe e o início da construção da sede própria.

Continua após a publicidade

“A prerrogativa dos advogados significa o fortalecimento da defesa do cidadão. É preciso que os advogados tenham força equânime, pois advogado forte é sinônimo de garantias constitucionais nas buscas do direito do cidadão”.

Sobre a construção de sede própria, João comentou que a OAB possui um terreno e que durante o próximo triênio a 36ª Subseção buscará iniciar a edificação. “Pretendemos construir alguma coisa para dar essa retaguarda para os advogados de Biguaçu, Antônio Carlos e Governador Celso Ramos poderem trabalhar”.

O futuro presidente, que atualmente exerce o cargo de vice, mencionou que pretende melhorar as salas da OAB – uma o Fórum e outra no juizado de pequenas causas na Univali – aumentando a quantidade de máquinas para ficar à disposição dos advogados, enquanto o projeto da sede própria não for concretizado.

Trajano já militou na OAB por cerca de dez anos, na subseção de Sombrio (240 km de Florianópolis, no Litoral Sul). Em 2009, ele retornou para Biguaçu. O advogado atua na área criminal, cível, previdenciária e comercial.

Publicidade