Procon suspende venda de acesso à internet de quatro operadoras

Publicidade
Lojas autuadas não poderão vender planos com internet por 48 horas
Por não cumprirem uma ordem judicial, quatro lojas de telefonia celular tiveram de suspender, por 48 horas, a venda de planos de acesso à internet. A ação do Procon de Florianópolis ocorreu na manhã desta quinta-feira (18), em um shopping da região central.

De acordo com o secretário de Defesa do Consumidor, Tiago Silva, as lojas da Tim, Oi, Vivo e Claro que foram autuadas não estavam cumprindo decisão liminar exarada pelo juiz Hélio do Valle Pereira, da Vara da Fazenda Pública do Estado, no dia 14 de maio, proibindo-as de suspender o acesso à internet, sob pena de multa diária no valor de R$ 500 mil.

“O juiz determinou que as operadoras não podem suspender o serviço de internet após o consumidor atingir o limite da franquia contratada. Como elas não cumpriram, suspendemos as vendas por 48 horas ”, informou o secretário.

Continua após a publicidade

Consumidores que tiverem reclamações semelhantes podem ir ao Procon, que fica na rua Tenente Silveira, 299. A informação é da assessoria.

Publicidade